Caminhos

maio 17, 2017
imagem: pinterest

As vezes a vida prepara caminhos difíceis porque você precisa aprender a crescer por si só.
Porque você precisa aprender a se desvincular do útero materno, do abraço paterno e cafuné da vovó.

A vida não vai ser sempre fácil, na verdade, ela vai fazer de tudo para ser difícil. Complicada. Incompreensível. Mas não se revolte, não pense que é somente com você. Não é. E isso é bom. Ela faz isso, não porque é ruim mas porque é de sua obrigação, de sua essência.

Ela tem a obrigação de te fazer crescer e aprender com cada experiência, e tem que ser sozinho. Sem ajuda, sem mertiolates para curar as dores. Seja dos tombos ou corações partidos.

Aposto que ela também sofre vendo seu sofrimento, mas sabe que é o melhor que pode fazer para seu crescimento.Ser difícil é a forma que ela tem de te dizer: “Ei, acorde. Sou tão dependente de algo quanto você. Porém aprenda comigo a seguir assim, sozinho mesmo rodeado de pessoa, algumas significantes outras nem tanto.”

E você, no fundo sabe  que é  verdade. Mesmo rodeado de pessoas, em algum momento vai ter que seguir por si só. Suas escolhas, são apenas suas. A vida é apavorante. É como um ringue em que você entra para apanhar, perder e na hora certa sair vencedor.

Cheia de caminhos espinhosos, turbulentos com ondas tão altas que faz você se sentir minúsculo. Aprenda com esses caminhos que a vida te coloca, no fim as belas rosas aparecem, a turbulência cessa e as ondas se acalmam.

Então você percebe que apesar de difícil, a vida é simples e de presente ela te dá alguém ainda mais belo que as rosas encontradas no caminho e tudo fará sentido e você não se sentirá mais tão só.
A vida te abrirá um sorriso, te fazendo perceber que tudo o que foi enfrentado valeu a pena.  Você irá reconhecer esse sorriso como aprendizado e amor.


Luz e Escuridão

maio 11, 2017
pinterest: morgangretaaa:
imagem: pinterest

Caminhando pela vida,
cruzando com almas perdidas.
Vagando inutilmente a procura de algo,
que provavelmente não acharia.
Mas foi numa dessas esquinas emblemáticas,
que eu acabei encontrando a luz que procurava.
A gente se cruzou por instantes, mas percebi que
o maior milagre da vida foi termos nos encontrado
e gostado.
Gostamos, nos amamos.
Loucamente, inesperadamente.
Como pode aquilo ter acontecido?
Teu jeito, teu cheiro, teu toque.
Tudo em você me fazia enlouquecer.
Era como se meu corpo implorasse por ti.
Um vulcão adormecido, despertou e a causa?
Você.
Passei dias, meses e anos queimando em amor.
Então aconteceu o algo ainda mais inesperado,
apenas para mim.
Infelizmente.
Depois da erupção, você não aguentou.
Então...
Você me acendeu e me apagou.
Da mesma forma e da mesma intensidade.
Como pode isso acontecer?
Como pode alguém inesperado te iluminar
e após te deixar na escuridão?
Não sei, recebi como resposta.
Mas você o fez.
Acendeu a faísca,
viu o circo do meu peito pegar fogo,
mas não soube suportar e então....
Partiu.
Deixando minha floresta,
nua,
crua
e morta.